Estratégia

Estudar poker: como aproveitar ao máximo o seu grupo de estudos?

Home / Blog & News / Estudar poker: como aproveitar ao máximo o seu grupo de estudos?
July 30, 2020 1:41 pm | por DM Créditos

Uma das melhores formas de evoluir no jogo é estudar poker em conjunto com outros players. Jogadores profissionais têm como parte essencial da carreira estudar com outros jogadores, debater estratégias e mãos. Se um jogador de poker ficar fechado em seu mundo de possibilidades, vai perder muitos aspectos do jogo e ficar defasado com o tempo.

Além disso, jogar poker pode ser uma atividade bastante solitária, principalmente se você quer fazer disso uma profissão.É importante encontrar outros poker players nesse caminho, pessoas com as quais você possa crescer, aprender sobre o jogo, debater mãos, fazer reviews de torneios e até desabafar sobre aquela session ruim.

Se você quer aproveitar a experiência de outros players para evoluir no joguinho, uma excelente dica é criar um grupo de estudos sobre poker.

Para o seu grupo não ser só mais um a morrer na praia, vem ver aqui 5 dicas para criar um grupo de estudos de poker e tirar o máximo de proveito dele!

1. Recrute aliados para estudar poker

Reúna primeiro seus parceiros de jogo, amigos próximos ou conhecidos do pano.

Uma das vantagens de ser o criador do grupo é que você escolhe quem participa. Se a sua intenção é que seja um grupo de estudos avançado, você pode não chamar quem não está comprometido com o objetivo do grupo e, até mesmo, ter algum tipo de critério de seleção. Depois de chamar seus amigos do poker, você pode ampliar o grupo para desconhecidos e divulgá-lo em fóruns e redes sociais. Faça um post curto, bem direto e deixe claro o que você joga, seus stakes e que tipo de pessoa está procurando para estudar poker com você.

Por exemplo, você pode comentar: Jogo torneios online até $7.50 e me dedico 100% ao poker no momento. Estou focado em solidificar minha carreira e manter o poker como principal e única fonte de renda. Procuro outros players nos mesmos stakes e situação para formar um grupo de estudos focado em bater os micro stakes.

Nessa etapa, pode ser importante ter algum tipo de critério de seleção, como número de jogos total, modalidade de jogo (torneios, cash game), stakes atual ou intenção com o poker (hobby, segunda renda, profissão principal, etc). Tenha em mente que, para o grupo funcionar, é importante que a maioria dos players esteja em uma situação semelhante ou busque os mesmos objetivos.

Se você conhece alguém que é mais experiente que a média do grupo, ou joga stakes maiores, convide! Vai ser excelente se alguém com mais experiência puder participar das discussões e dar dicas. Ensinar vai ajudar a solidificar o conhecimento do mentor e todos do grupo ganham em evolução e interesse.

2. Gerencie bem o grupo 

Uma comunicação bem feita pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso do seu grupo de estudos sobre poker.Primeiro: deixe bem claro o objetivo do grupo, que é estudar poker. Trate-o como um grupo profissional, sem espaço para desvios, outros assuntos, etc.

Caso o objetivo não fique claro, o grupo tende a virar um emaranhado de mil assuntos, sobre poker ou não, e às vezes até um lugar para todo mundo reclamar das suas bads sem construir nada em conjunto.

Principalmente se o grupo for grande, com participantes desconhecidos, especifique a função do grupo de todas as formas possíveis: no título, na imagem, em algum breve texto introdutório. Depois de deixar bem claro o objetivo do grupo, foque em incluir todos os participantes.

De nada adianta um grande grupo se poucas pessoas puderem participar dos momentos de estudo. Para gerenciar os horários, você pode fazer uma enquete, tabela no docs, ou usar de qualquer outra ferramenta para encontrar uma periodicidade boa para todos.

Estabeleça uma regularidade de momentos de estudo (2 vezes na semana, uma vez por semana, a cada 15 dias, etc) e um dia e horário fixo para os encontros.Assim, todos conseguem se programar com antecedência, alocam o grupo na sua rotina e ninguém perde tempo combinando, a cada vez, quando será a próxima reunião de estudos.

É importante que esse horário inclua a grande maioria dos participantes do grupo. Se o grupo for pequeno, o ideal é que inclua todos.Para o grupo funcionar, se manter vivo e ativo, é preciso que todos participem e se sintam envolvidos!

3. Organize o estudo por temas

Uma vez que a regularidade das sessões de estudo foi estabelecida, organize cada uma delas e divulgue os temas com antecedência. Você pode colocar vários temas pra votação, ou simplesmente acatar as sugestões dos participantes, uma a cada vez. Sessões de reviews são ótimas para começar o grupo. Assim, os players conseguem ter um primeiro retorno sobre seu próprio jogo e conhecer melhor seus leaks e os leaks dos outros.

Com o tempo, as reuniões podem evoluir para temas como análise de database, cálculo de EV, estudos em PioSOLVER e discussões mais teóricas de conceitos e estratégias no poker. Essas sessões podem ser intercaladas com outras mais leves de review ou discussão mais básica e livre.

O grupo precisa se manter interessante para os participantes. Se todo mundo sentir que consegue crescer e aprender algo a cada reunião, a chance de o grupo morrer é cada vez menor.

4. Faça o grupo durar – não desista!

Todo mundo já entrou em algum (ou mais) grupo de poker que começou a toda e logo morreu na praia. Para evitar isso, algumas medidas que citei acima já ajudam bastante: começar com conhecidos e amigos do poker, buscar participantes na mesma situação e com objetivos semelhantes e ter um horário regular de sessões de estudo são ótimas maneiras de evitar uma rápida dissolução.

Muitos participantes vão sair, e não tem problema. Enquanto você conseguir manter alguns interessados em estudar e se apoiar para evoluir no poker, mesmo que sejam poucos, já é uma vitória. Mesmo que sobrem pouquíssimos membros do grupo inicial, não desista. Enquanto tiver alguém para revisar, debater, analisar e estudar com você, o grupo está funcionando. Haverá épocas com mais pessoas, épocas com menos, períodos mais agitados e proveitosos e outros nem tanto. Mas, você não pode deixar o grupo morrer. Manter a programação mesmo com poucas pessoas é um dos primeiros passos para seu grupo durar. Enquanto ele existir, há chance de que mais pessoas entrem e mais contribuições aconteçam.

Evite delegar funções, criar obrigações ou pedir que os participantes façam alguma coisa antes das sessões do grupo. Manter o grupo ativo já é difícil o suficiente. Qualquer atividade extra que seja delegada tem grandes chances de não ser feita, ou desanimar o pessoal e começar a enfraquecer o grupo.

5. Estimule a discussão

Os membros do grupo podem tender a minimizar o conflito, evitar discrepâncias e buscar uma concordância geral. Mas, para um grupo que quer estudar poker, isso não é tão positivo assim.

O ideal é que as pessoas que discordam da estratégia analisada, aquelas que pensam ou teriam feito diferente, se sintam confortáveis o suficiente para falar. Estimule a discussão, faça com que todos sejam ouvidos e tente não buscar o consenso acima de tudo.

Os participantes vão crescer mais quanto maior o número de possibilidades e discordâncias contempladas na discussão.Seja o primeiro a fazer perguntas sobre algo que você não entendeu bem. Costume dar espaço para a pessoa falar, usando frases como “não estou conseguindo pensar de outro jeito, mas alguém faria diferente? Ou teve outra ideia olhando pra essa situação?”

Quanto mais discordâncias e perspectivas diversas forem colocadas na mesa, melhor para todos. Estimule, sempre que puder, que as ideias diferentes venham à tona. As discussões não precisam ser consensuais, pelo contrário.

Todos estão ali para crescer juntos e estudar poker. Não deixe que seu grupo se transforme numa batalha de egos sobre quem joga melhor. Tente fazer com que ele seja um espaço de cooperação em um meio tão competitivo como o poker, e que se torne um grupo para que todos saiam dali jogando melhor do que quando entraram.