Flush Draw: o que fazer pra não depender (apenas) da sorte

Home » Blog » Flush Draw: o que fazer pra não depender (apenas) da sorte

BLOG

June 25, 2021 1:41 pm

Flush Draw: o que fazer pra não depender (apenas) da sorte

Muitos jogadores de poker passam por situações delicadas em determinadas mãos, por não saberem bem como dosar de forma equilibrada as chances de uma combinação se concretizar.

É frustrante quando você espera até o river virar bater aquela sequência ou aquele flush e isso não acontece, deixando completamente constrangido para o showdown.

É terrível. 

Todos os jogadores já passaram por isso, certamente. E pode acreditar: coisas como essa é o que fazem do poker um esporte fascinante. E que exige muita habilidade. Não tem nada errado em montar uma estratégia em cima das suas probabilidades de acertar uma combinação. 

Muito antes pelo contrário. 

O que você não pode fazer é se deixar à mercê do fator aleatoriedade. Então, pensando nisso, nosso artigo de hoje tem a proposta de te mostrar algumas opções para jogar bem com um flush draw. 

Esse é mais um daqueles artigos que nós, da DM Créditos, produzimos com o objetivo de te ajudar a aprimorar seu nível de jogo. Confira com a gente.    

Definição: o que é o flush draw? 

Primeiro é importante ter claro que flush draw consiste em quatro cartas do mesmo naipe, necessitando de apenas mais uma para conseguir fazer o flush. Você tem o “esboço” de um flush. Por exemplo:

Você saiu com 97♥ e a mesa abriu com 264♣. 

Sua situação é a seguinte: a probabilidade de você acertar no turn uma das nove cartas de copas restantes no baralho é algo em torno de 19%. Para acertar no turn ou no river as chances aumentam para 36%. 

O que nós vamos tentar mostrar hoje é que você não precisa contar apenas com a sorte. Simples assim. 

Antes de continuar eu preciso que você tenha muito claro em sua cabeça qual o lugar do flush ocupado nas combinações de poker e algumas noções básicas de probabilidade. E indico dois artigos nosso sobre os temas: 

Como calcular porcentagem no poker – mostro em detalhes

Você sabe o que é Poker Flush? Vem que eu te conto tudo aqui

A força de um flush

É importante ter na cabeça que o flush é a quinta melhor combinação do poker, vindo logo abaixo do Full House. É uma combinação considerada muito forte no contexto do Texas Hold’em, uma vez que chegando no river, raramente ela pode ser vencida. Podemos perceber, na tabela abaixo, um pouco das probabilidades de bater um flush nessa modalidade de jogo:

Pré-Flop0,1965%Baseado em 5 cartas retiradas de forma aleatória de um baralho com 52 cartas.
Flop0,84%Ao deter duas cartas do mesmo naipe.
Turn19,15%A partir de um flop com 2 cartas do mesmo naipe.
River19,56%No board com 2 cartas do mesmo naipe.

O Flush fica atrás das seguintes combinações: Royal Straight Flush (AKQJ10♣), Straight Flush (98765), Quadra (KKKK♥) e Full House (AAAKK♥). Os flushes formados com cartas altas são mais fortes que os formados com cartas baixas, o que também é um fator que deve ser levado em conta. 

As odds de um flush draw 

Quando abre um flush draw no flop, temos mais cartas do mesmo naipe dentro do baralho que podem nos servir. Para poder descobrir quais as chances matemáticas de acertar alguma dessas cartas, você deve fazer uma pequena continha. 

Acertar um flush nas próximas duas cartas, ou seja, no turn e river: 9×4 = 36%.

Acertar um flush na próxima carta, ou seja, só no turn ou só no river: 9×2 = 18%.

Se você não está por dentro do conceito de odd, basta clicar aqui

É um valor aproximativo que nos ajuda a pensar quais são as nossas chances de realmente conseguir alcançar o objetivo de bater um flush. Então, para podermos jogar com essas cartas, precisamos ter claro na nossa cabeça que as chances existem, mas não são enormes como muitos jogadores pensam.

Então devemos abandonar essa expectativa e foldar? Não. A ideia é saber como jogar com um flush draw. 

E é sobre isso que falaremos agora.   

Jogando com flush draw no flop

Há de se considerar que a força de um draw varia conforme diferentes fatores, que quando bem analisados nos permitem tomar decisões mais acertadas e menos aleatórias. E é isso que queremos: não contar apenas com a sorte. 

As cartas comunitárias

Uma análise do board é essencial para entender como jogar com um flush draw. A ideia aqui é, principalmente, estar atento a outras drawing hands – ou seja, combinações de mãos esboçadas. 

Se o board tende para um full house ou straight flush, por exemplo, isso deve ser levado em conta na sua estratégia de jogo.    

Outro conceito importante a ser levado em conta aqui é o reverse implied, que descreve a probabilidade de perdermos com a atual melhor mão para um re-draw do adversário, que nos supera em uma street posterior, nos deixamos com pouca ou nenhuma hipótese de recuperação.  

Por exemplo, vamos supor que o nosso flush draw se concretizou no turn. Porém, no river, o adversário tem ótimas chances de fazer uma mão superior (straight flush, por exemplo). Com isso, nossa possibilidade de ir bem no showdown fica comprometida.  

O perfil dos adversários

Já mencionamos em outros artigos aqui no nosso blog que é muito relevante para uma partida de poker ser capaz de traçar o perfil dos seus adversários. Observar se eles são tight ou loose, agressivos ou passivos, pode nos ajudar a montar uma boa estratégia de jogo. 

Observando sua posição

A posição que ocupamos em uma mesa de poker é primordial para que possamos pensar em uma estratégia forte de jogo. Muitas vezes, dependendo da sua posição, você pode tomar medidas mais agressivas ou mais conservadoras. 

Se você for o Cutoff, por exemplo, é bem sugestivo que tome a iniciativa do jogo com uma postura mais dominante. Às vezes, inclusive, nem é necessário ter mãos extraordinárias para dar raise nessa posição. Agora, se você for Under the Gun (UTG), convém ter mais cuidado e pensar seriamente se vale ou não vale a pena ir para o jogo com tudo. 

Se você não está familiarizado com as posições da mesa, sugiro que leia o nosso artigo sobre esse tema. Basta clicar aqui.  

Três dicas para jogar bem com um flush draw   

Agora que sabemos os princípios básicos que devemos nos atentar quando jogamos com um flush draw, vamos deixar três dicas valiosas para você usar em situações de jogo específicas. 

Leve em conta as variáveis envolvidas 

Essa primeira dica tem muito a ver com o que falamos até aqui. As estratégias de poker nunca são completamente fechadas em si mesmas e não cabem em qualquer situação. Essa maldade de jogo que lhe permite interpretar diversas situações na mesa, você vai adquirir com o tempo. 

Na medida em que o poker é um jogo de informações incompletas e envolve muitas variáveis (fases do torneio, tamanho do stack, posições, perfil do adversário, tamanho das apostas e etc.), você precisa estar atento ao contexto da partida de forma geral. 

Essa é a nossa primeira dica. Estude, pratique, ganhe tempo de jogo. Isso vai te ajudar a se posicionar melhor nas partidas.  

Utilize o fold equity a seu favor 

Equity quer dizer a probabilidade de ganhar um pote esperado em determinadas situações. Supondo que o pote seja de $30 e você tem a hipótese de ganhar 50% das mãos. O seu equity, nesse caso, é de $15.

Na medida em que as odds são usadas para responder a pergunta se devemos chamar ou não determinadas apostas, os cálculos de equity nos revelam a lucratividade de cada jogada. 

Vamos dar um exemplo para clarear esse conceito. 

Vamos imaginar o seguinte cenário: o Jogador A sair com um par de ases AA♦ e o Jogador B, por sua vez, abre com 98♠. O flop tem as seguintes cartas: 768♥. Em um primeiro momento, sabemos que o Jogador A está vencendo, caso o jogo acabasse naquele momento. 

Porém, a chances de o Jogador B levar a partida são consideravelmente maiores: 66% dos casos. Seu interesse, portanto, é aumentar a quantidade de dinheiro no pote enquanto puder. Isso é jogar com a equity a seu favor. 

A estratégia do fold equity é ser agressivo jogando o seu flush draw. Isso pode te beneficiar de duas maneiras diferentes. 

Primeiro é que isso vai forçar o seu oponente a foldar e você pode acabar ganhando a mão sem nem mesmo ter que acertar o flush. A segunda é que as chances de melhorar a sua mão não são desconsideradas, como vimos no começo do artigo. 

Ou seja: de uma a três vezes você vai acertar o flush, sem contar que você pode acertar outras coisas no meio do caminho.       

Tenha um plano B

Essa é a parte de reconsiderar o que fizemos caso a situação não seja favorável. Se você usar a estratégia do fold equity e o seu adversário der call, o que fazer? Bom, aqui entra o plano B. 

Você precisa ter em mente uma resposta para as seguintes perguntas:

1. O que eu vou fazer caso o meu oponente me pague?

2. Quais as cartas no turn (ou no river) podem favorecer mais a mim do que o meu oponente?

3. Qual é o tamanho da aposta que eu devo utilizar? 

Responder a essas perguntas vai te ajudar a ter um plano caso você não acertar um flush. E isso vai exigir muito repertório de jogo. Uma dica importante é dominar o range de mãos, por exemplo. Sobre esse assunto, já escrevemos um artigo. Basta clicar aqui

Conclusão 

Oferecemos, com frequência, uma série de textos que podem ser acessados gratuitamente em nosso blog, para que você se informe sobre os aspectos que envolvem casas de apostas e o universo do poker.

No texto de hoje falamos um pouco sobre as possibilidades de jogar com o flush draw, de forma a não contar apenas com o fator aleatoriedade. Nosso objetivo é que você sempre melhore o seu nível de jogo no poker e dicas como essa são muito importantes para que possamos agir de forma mais assertiva. 

Além desse conteúdo gratuito, nós oferecemos uma cotação justa para que você possa adquirir fichas online, por meio de transações seguras e confiáveis, graças aos 11 anos de experiência que acumulamos no mercado. Por isso, o que precisar é só chamar a DM créditos que te ajudam a fazer as escolhas mais seguras!