Buscar
  • DM Créditos

Setup de poker: 5 dicas para montar o seu

O setup é o ambiente de trabalho do jogador de poker. Como um player passa muitas horas seguidas no grind, principalmente quando se é profissional, o local de trabalho é essencial para garantir o máximo de desempenho, conforto e saúde. Vai começar a montar o seu? Veja aqui 5 dicas para ter um setup digno de profissional de poker:

1. Monitor

Primeiro de tudo, tenha uma escrivaninha ou uma boa mesa para montar seu setup. Jogar no sofá, cama, celular ou qualquer lugar arranjado de improviso provavelmente vai ser bastante incômodo e reduzir seu desempenho.

O topo do monitor deve ficar na altura dos olhos, você estando em postura reta. Alguns monitores são ajustáveis, mas se esse não for o seu caso, dá para improvisar colocando algum suporte para levantar o monitor, como caixas ou livros. A distância entre você e a tela deve ser cerca de um braço esticado.

Na hora de escolher o monitor do setup, uma das coisas mais importantes é observar a resolução da tela. Muitos jogadores pensam que, quanto maior a tela, mais mesas vão caber nela. Assim, jogar numa TV pode parecer ótimo. Mas o tamanho não é o mais importante. O que define quantas mesas cabem em uma tela é, principalmente, a resolução.

Cada imagem que aparece na tela é formada por uma quantidade de pixels. A imagem da mesa de poker também ocupa um determinado espaço em pixels. Quanto mais pixels um monitor tiver – ou seja, mais resolução – menor é a área da tela que os pixels da mesa ocupam.

Quanto maior a resolução, mais mesas por tela. Em uma TV de 52 polegadas com resolução HD podem caber menos mesas que em um monitor de 29 polegadas com resolução Full HD, por exemplo. Por isso, bons monitores para jogar poker são os que aliam tamanho e excelente resolução.

2. Cadeira

Pode parecer apenas luxo investir em uma boa cadeira, mas imagina estar morrendo de dor na lombar durante toda a session? Ou naquela FT das grandes?

Procure uma cadeira confortável, adequada ao seu tamanho e, de preferência, ergonômica. O ideal é que ela tenha vários ajustes, descanso para braços e suporte para cabeça e lombar.

Se a sua cadeira não tiver suporte para as costas, você pode improvisar com um travesseiro dobrado ou toalhas enroladas e colocá-los bem ao final do encosto.

Uma boa cadeira vai evitar dores e futuros problemas de postura. Ela precisa te ajudar a se manter na postura certa: coluna ereta, pescoço reto, ombros relaxados, cotovelos e joelhos em 90º graus e pés no chão.

3. Mouse

O mouse deve ficar na altura do cotovelo quando você estiver de ombros relaxados. É o cotovelo que deve controlar o mouse, não o pulso.

Procure um mouse de qualidade, que fique confortável na sua mão e seja fácil de movimentar. Não dá para se atrapalhar na hora do grind porque a setinha fica sumindo, o mouse trava no meio do caminho, etc. O ideal mesmo são os mouses ergonômicos. Os comuns podem causar bastante dor e problemas de LER a longo prazo.

4. Ambiente

Para quem trabalha em casa, o ideal é ter um espaço dedicado unicamente para o trabalho. Ter o setup no seu quarto, por exemplo, pode fazer com que você passe o dia inteiro - tempo de sono, trabalho e lazer - no mesmo ambiente.

Barulho, distrações, TV ligada, pessoas conversando, tudo isso também atrapalha muito a concentração necessária para um bom jogo. O ideal é ter um setup isolado de barulhos e distrações. Como ninguém é de ferro, o melhor é já ficar longe do videogame, da cama e da TV a cabo.

Na hora de montar o setup, leve em conta também a iluminação do ambiente e a circulação de ar. Se o monitor recebe diretamente o reflexo da luz, por exemplo, fica difícil enxergar a tela. 

5. Tenha um plano B

Para jogar poker, não é necessário um computador muito potente, a melhor internet do mundo ou o escritório mais bem equipado. Mas precisamos que tudo isso funcione: o PC não pode ficar travando, a internet não pode cair, o mouse não pode pifar.

Cair de um torneio que você está jogando há 5 horas porque acabou a luz é muito frustrante. Perder na cara da FT porque caiu a internet, nem se fala.

Uma boa dica é ter sempre um plano B para o caso de as tecnologias falharem em cima da hora.

Se ficar sem o computador, qualquer PC regular funciona para não perder aquele torneio importante. Em últimos casos, lance mão do celular mesmo. Tenha sempre os aplicativos das salas que você joga instalados em outro PC e no smartphone para o caso de uma emergência.

No caso da conexão, mantenha o celular preparado para rotear internet móvel caso você fique sem o modem.

Se acabar a energia elétrica, uma alternativa é ter um notebook carregado de reserva. Assim, dá para segurar o grind com a bateria dele por algumas horas.


Um mouse reserva também é uma boa dica, ele não precisa ser tão bom quanto o seu original. Caso seja um mouse de pilha, não esqueça de ter as pilhas em casa para quando chegar a hora de trocar.

0 visualização
  • icon_whatsapp
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco